Você está aquiManizer, Henrich H.

Manizer, Henrich H.


By Editora - Posted on 09 maio 2011

Manizer

Nascido na Rússia em 1889, Henrich Henrikhovitch Manizer (ou Genrikh Genrikhovich Manizer) foi o principal nome da segunda expedição russa à América do Sul (1914-1915). Esteve entre os Kaingang paulistas (1914-1915) e entre os Krenak (Botocudos de Minas, 1915), deixando registros valiosos dessas sociedades e suas culturas. Além disso, pesquisou a documentação acerca da primeira expedição científica russa ao Brasil, a Expedição Langsdorff (1821-1829) e redigiu o primeiro trabalho histórico relevante sobre ela, que permaneceu inédito por três décadas após a morte do seu autor.

A guerra na Europa fez a expedição ser abreviada e Maniser veio a morrer de tifo ‘na frente ocidental’, segundo Strelnikov (outro membro daquela expedição).

Há três trabalhos importantes desse pesquisador publicados no Brasil:

  • “Los botocudos”. Arquivos do Museu Nacional. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1919, v. XXII, p. 243-73.
  • “Música e instrumentos de algumas tribos do Brasil”. Revista Brasileira de Música. Rio de Janeiro, 1934, vol. 1, (4): 303-327.
  • A expedição do acadêmico G.I. Langsdorff ao Brasil: 1821-1828. Tradução Osvaldo Peralva. São Paulo: Ed. Nacional, 1967.

    É o autor de Les Kaingang de Sao Paulo – publicado em francês nos Anais do 23o. Congresso de Americanistas, realizado em Nova York em 1928 (os Anais são de 1930) – lançado em Português pela Ed. Curt Nimuendajú.