Você está aquiPensando as línguas indígenas na Bahia

Pensando as línguas indígenas na Bahia


By Editora - Posted on 10 maio 2011

Pensando as línguas indígenas na Bahia

O livro reúne textos referentes às principais conferências apresentadas na ocasião do C-Indy (I Congresso Internacional de Línguas Indígenas na Bahia), realizado na UESB, em Vitória da Conquista (BA), evento que teve a importante função de levar a discussão sobre as línguas Indígenas para as universidades baianas. Os textos apresentam, em comum, uma perspectiva comprometida com a vida e a sobrevivência das sociedades indígenas, suas culturas e suas línguas. Títulos e autores dos trabalhos reunidos: Por que, afinal, parece tão fácil abandonar a própria língua? (Ruth Monserrat, UFRJ), Pesquisa em línguas indígenas e compromisso social da Universidade (Wilmar D’Angelis, Unicamp), A língua Sateré-Mawé: relato de um projeto de pesquisa-ação (Dulce Franceschini, UFF), Etnicidade e adesão pessoal: a escolha do nome indígena (José Luís Caetano da Silva, UESB), A Yvy Marã e’ỹ no dia a dia dos Guarani-Mbyá (Ivana P. Ivo, UESB), Educação Indígena: a Lei 11.645/2008 e impactos linguísticos na escola (Ester M.de Figueiredo Souza, UESB).

Ano: 
2011
Páginas: 
104
Preço: 
R$24,00